Pular para o conteúdo
Inicio » Como guardar o vinho em casa: dicas úteis!

Como guardar o vinho em casa: dicas úteis!

O senhor gostaria de saber como armazenar vinho em casa? Para algumas pessoas, poder guardar algumas garrafas de vinho em casa torna-se uma necessidade, pois desfrutar de nosso vinho favorito a qualquer momento é da maior importância.

Mas talvez surjam dúvidas sobre como armazenar vinho em casa, e evitar que uma bebida delicada, mas requintada, possa ser estragada por um mau manejo.

Porque nem todos têm a possibilidade de ter uma adega de vinho.

O vinho faz parte da cultura gastronômica de um grande número de países que o fazem parte de sua vida cotidiana, acompanhando grandes e pequenos momentos em que poder levantar um copo e desfrutar de seu esplendor é algo tradicional.

Por isso, compreender como armazenar vinho em casa é uma necessidade imperiosa, pois o senhor sempre terá em sua casa uma garrafa que fará parte de suas reuniões, almoços ou jantares familiares.

+7 Dicas que lhe permitirão saber como armazenar vinho em casa

Escolher uma garrafa de vinho pode ser uma aventura e tanto para uma pessoa que está apenas começando em um mundo cheio de bondade e riqueza em termos de sabores e aromas.

Portanto, saber armazenar vinho em casa pode ser completamente desconhecido.

É por isso que lhe trazemos algumas dicas que podem ser muito úteis quando chegar em casa com sua garrafa de vinho favorita, que o senhor quer guardar por um tempo, pois fará parte de um momento especial.

Posição da garrafa de vinho

Se temos algumas garrafas de vinho em casa, é importante saber que nem todas elas devem estar na mesma posição.

Portanto, é importante determinar se o vinho será consumido imediatamente, dentro do próximo mês, ou se permanecerá armazenado por algum tempo.

No caso de vinhos que serão consumidos imediatamente ou dentro do primeiro mês, o vinho pode ser armazenado em posição vertical.

Mas se o vinho não vai ser consumido imediatamente, deve estar em contato com a rolha, portanto deve permanecer na posição horizontal e o melhor a fazer é conseguir uma superfície plana e colocar as garrafas em fila, deitadas.

É importante manter a rolha da garrafa hidratada, para que a colocação do vinho em posição horizontal impeça que ele seque e que o ar entre e danifique o vinho.

No caso dos vinhos espumantes, o ideal é manter as garrafas em posição vertical, de maneira que a presença de gás carbônico permita que a rolha mantenha o nível ideal de umidade, de modo que mantê-las em posição vertical favorece a preservação do gás carbônico nelas.

Temperatura de armazenagem

Temos aqui uma das grandes questões que sempre se colocam sobre como armazenar vinho em casa.

E é que a temperatura de armazenamento é de grande importância para aqueles que desejam manter um par de garrafas de vinho no conforto de sua casa.

O ideal seria que o vinho fosse mantido num lugar com temperatura constante entre 12ºC e 16ºC. É melhor manter as garrafas longe da cozinha e colocá-las em lugares frescos, onde não haja fortes variações de temperatura.

Se o vinho não for mantido à temperatura adequada, pode sofrer alterações organolépticas que o transformarão completamente, transformando-o em algo desagradável.

Além disso, mudanças bruscas de temperatura podem produzir variações no diâmetro do gargalo da garrafa, devido à contração ou expansão do vidro.

Mas isso não só pode afetar a garrafa, como também pode produzir variações no volume do vinho que acabam por causar perda de líquido através da rolha, levando a uma oxigenação prematura que não desejamos ter por nenhuma razão.

Controle da umidade do ambiente

Saber que é importante controlar a umidade do ambiente onde nossas garrafas de vinho serão armazenadas é tão importante quanto saber a temperatura do local onde serão guardadas.

Por isso, o lugar escolhido deveria ser fresco e a umidade relativa do ar deveria estar entre 70% e 80%, para que a rolha não seque, já que, então, tenderia a encolher, permitindo a entrada de ar na garrafa e favorecendo a oxidação prematura do vinho.

Mas se a rolha estiver muito úmida, surgirão bolores e fungos, que podem estragar o vinho, então o controle da temperatura é absolutamente necessário.

Nada melhor do que usar um termômetro e um higrómetro junto às garrafas, para que possamos observar que tudo está sob controle e que o vinho não está passando por grandes mudanças.

Evite expor o vinho à luz direta

Expor o vinho à luz direta, seja natural ou solar, pode acelerar a degradação do vinho, por isso é de vital importância que o local onde as garrafas são armazenadas seja escuro.

A incidência de luz nas garrafas pode desencadear reações químicas como a oxidação do vinho, e conseqüentemente a perda de sua qualidade. Além disso, a luz pode afetar negativamente o vinho através da foto-degradação da riboflavina presente nele.

Garrafas escuras protegem o líquido dos raios UV, razão pela qual a maioria dos vinhos é mantida em vidros muito escuros ou verdes.

Isolamento de fortes odores e vibrações

Se a garrafa entra em contato com cheiros fortes, podemos alterar consideravelmente o sabor e o aroma do vinho.

Além disso, é absolutamente necessário mantê-lo afastado de qualquer tipo de vibração externa que também possa alterar o líquido dentro da garrafa.

Portanto, guardá-lo na cozinha não é o mais recomendável no caso do vinho; ventiladores extrator, máquinas de lavar louça, liquidificadores, máquinas de lavar roupa podem afetar nosso caldo.

Tempos de armazenamento do vinho

Nem todos os vinhos que podemos adquirir são bons para serem armazenados por um longo período de tempo.

Ou seja, nem todos eles vão melhorar com o passar do tempo e há vinhos que vão ser consumidos dentro de um certo período de tempo, portanto é preciso ter em mente alguns pontos.

Há vinhos jovens, crianza, reserva e gran reserva que diferem em termos de tempo de envelhecimento, por isso é importante conhecer a idade do vinho, sua safra, o lugar de origem, o tipo de uva utilizada para sua elaboração, o tempo e o tipo de envelhecimento e o lugar onde as garrafas foram armazenadas.

Um vinho jovem é melhor consumido dentro do mesmo ano em que foi colhido, enquanto um vinho envelhecido pode ser consumido dentro de cinco anos de sua produção.

No caso dos vinhos reserva ou gran reserva, eles podem ser armazenados sem qualquer problema por cerca de 10 a 15 anos.

Conservação da garrafa de vinho após a sua abertura

É possível que desarrolhemos uma garrafa de vinho e não a bebamos completamente, surge então a questão de como conservá-la.

Nesse caso, o ideal é guardá-la na geladeira com uma rolha para evitar o contato com o ar e, portanto, sua oxidação.

Os vinhos jovens toleram melhor o contato com o ar do que os vinhos velhos e, no caso dos vinhos brancos e rosados, eles tendem a ser particularmente sensíveis.

Portanto, se o vácuo não for mantido dentro da garrafa, o vinho se estragará em questão de horas, mas se estiverem bem fechados, poderão ser guardados por vários dias.

Seguindo essas dicas sobre como armazenar vinho em casa, o senhor poderá comprar seu vinho preferido e guardá-lo em casa para apreciá-lo a qualquer momento, sem receio de que ele se danifique.

É preciso apenas ter cuidado com a maneira como será preservado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.